Primeiro satelite ViaSat-3 conclui integracao de carga util e realiza preparacao para lancamento com a Boeing

6 de junho de 2021

Primeiro satélite ViaSat-3 conclui integração de carga útil e realiza preparação para lançamento com a Boeing

Viasat Inc. (NASDAQ: VSAT), uma empresa global de comunicações, anuncia hoje que o primeiro satélite em sua constelação global ViaSat-3, que atenderá as Américas e as regiões oceânicas vizinhas, atingiu um marco importante com a conclusão da integração de carga útil e testes de desempenho. Ele foi enviado para as instalações da Boeing Satellite Systems em El Segundo, Califórnia.

A carga útil será integrada à plataforma do satélite, baseada na comprovada plataforma 702 da Boeing, e o satélite passará então por uma série completa de testes para simular os rigores do lançamento e do funcionamento no ambiente hostil do espaço. O lançamento está previsto para o início do ano de 2022.

“Este é um momento de grande entusiasmo para a Viasat, com o primeiro dos três satélites de alta potência ViaSat-3 de nossa constelação global entrando nos estágios finais de produção”, disse Dave Ryan, presidente da Viasat Space & Commercial Networks. “Uma vez concluído, estaremos prontos para colocar o maior satélite do mundo em capacidade na órbita geoestacionária para atender todo o mundo, disponibilizando banda larga para as áreas mais difíceis de alcançar em qualquer lugar, seja em terra, no ar e no mar”.

Espera-se que cada satélite ViaSat-3 gere mais de 20 kW de potência de carga útil, tornando-os um dos satélites comerciais de maior potência já construídos. Apenas três destes satélites cobrirão quase todo o globo, e espera-se que forneçam mais de 3.000 Gigabits por segundo (Gbps) de capacidade - ou 3 Terabits por segundo (Tbps) total - por 15 anos ou mais. A constelação ViaSat-3 deverá ter aproximadamente oito vezes mais capacidade do que a frota atual da Viasat combinada. São necessárias grandes quantidades de largura de banda para atender o aumento da demanda de acesso à Internet de alta velocidade - particularmente no âmbito do streaming de vídeo. O ViaSat-3 representa um grande avanço na missão da Viasat de estender o serviço de Internet de banda larga para os muitos lugares do mundo que ainda não o têm.

Ryan acrescentou: “Enquanto a carga útil foi montada nas instalações da Viasat em Tempe, AZ, toda a empresa se esforçou. De Tempe, passando pelo conhecimento em antenas em Duluth (GA), até Germantown (MD) com o seu know-how em engenharia de software e sistemas além de outros escritórios ao redor do mundo, desde Chennai, Índia até Lausanne, Suíça, bem como em nossa sede em Carlsbad. Todas estas equipes trabalharam juntas para encontrar uma maneira totalmente única para não apenas construir esta espaçonave, mas para testá-la em tempo recorde”.

Ao mesmo tempo, o segmento terrestre do ViaSat-3 fez progressos significativos durante o último ano na preparação para apoiar os próximos lançamentos. A Viasat também está trabalhando na construção das cargas úteis para o segundo e terceiro satélites da classe ViaSat-3, ViaSat-3 (EMEA) e ViaSat-3 (APAC). A carga útil do ViaSat-3 (EMEA) deverá ser entregue à Boeing na última parte do ano fiscal de 2022.

Sobre a Viasat

A Viasat é uma empresa global de telecomunicações que acredita que todos no mundo podem estar conectados. Por 35 anos, a Viasat ajudou a moldar como os consumidores, empresas, governos e militares em todo o mundo se comunicam. Atualmente, a empresa está desenvolvendo a mais moderna rede global de telecomunicações para fornecer conexões rápidas, seguras, acessíveis e de alta qualidade para impactar a vida das pessoas em qualquer lugar – no solo, no ar ou no mar. Para saber mais sobre a Viasat, visite: www.viasatdobrasil.com.br, acesse o blog corporativo da Viasat ou siga a empresa nas redes sociais em: Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter ou YouTube.

Latest Press Releases
UK government determines transaction poses no risk to UK’s national security
MIDS are among the most widely used Link 16 terminals by the US military and global allies